Diretor do Serviço de Nefrologia considera afirmações de Rafael Macedo “descabidas”

O diretor do Serviço de Nefrologia está a ser ouvido no Parlamento.

O diretor do serviço de Nefrologia do Serviço Regional de Saúde, Gil Silva, está a ser ouvido na comissão parlamentar de inquérito ao funcionamento da unidade de Medicina Nuclear do SESARAM, considerando “não perceber a motivação do Dr. Rafael Macedo”, em resposta a uma questão do deputado social democrata Eduardo de Jesus.

O médico diz que “são afirmações tão descabidas, esta atitude incomoda todas as pessoas que trabalham naquela instituição. Acho que as afirmações são tão desadequadas que nem justifica retratamento. A minha primeira atitude era desvalorizar, mas é claro que coloca em causa o funcionamento dos serviços, o que, respondendo pelo meu serviço, de Nefrologia, é inaceitável”.

Considera “injustas” as acusações que vão no sentido de não haver reuniões, dizendo mesmo que “nunca houve tantas”.