SPEA desafia cidadãos a contribuírem para o XIV Censo de Mantas

A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) realiza nos próximos dias 6 e 7 de Abril o XIV Censo de Mantas, destinado a “a descobrir esta ave e contribuir para a ciência e a conservação”, algo que convida os cidadãos a fazer.

“O Censo de Mantas pretende contribuir para avaliar o estado da população da maior ave de rapina diurna que nidifica no arquipélago: a manta, também conhecida por milhafre, que mede entre 1,10 e 1,30m da ponta de uma asa à ponta da outra. Durante um fim de semana, dezenas de voluntários percorrem as ilhas em busca desta espécie. Ao todo, nas 13 edições do Censo, 422 pessoas já percorreram 7639 km, avistando um total de 1046 mantas. Estes dados recolhidos pelos voluntários têm permitido aos especialistas aprofundar o conhecimento sobre diversos aspectos da biologia da espécie, tais como o comportamento e os habitats mais utilizados”, refere uma nota às Redacções.

“Convidamos toda a gente a juntar-se a nós. Não é preciso saber de ciência, nem ser um especialista para participar no Censo de Mantas: basta conseguir identificar esta ave de rapina”, diz Cátia Gouveia, coordenadora da SPEA Madeira. Para participar, basta enviar um email para madeira@spea.pt.

De acordo com a SPEA, as mantas podem ser observadas um pouco por toda a ilha, desde as zonas florestais até aos centros urbanos. São frequentemente avistadas a voar ou pairar no céu, ou pousadas em cima de muros, postes ou outros pontos altos de onde possam avistar os roedores de que se alimentam. Comem também pequenas aves, insectos e minhocas. Apesar de a espécie ser considerada pouco ameaçada, sofre com envenenamento e eletrocussão em linhas eléctricas.

Este ano, a RENAULT Auto Zarco junta-se ao Censo, convidando a comunidade de proprietários de viaturas eléctricas a participar na contagem de mantas, percorrendo nos seus veículos ZE – Zero Emissões e SEM RUÍDO, um itinerário pré-definido para observar esta ave de rapina. Para além de participarem no Censo, os proprietários de viaturas eléctricas poderão participar num almoço, a troco de um donativo para a SPEA, informa esta entidade.

No Censo do ano passado, foram avistadas 84 mantas na Madeira e Porto Santo.