“Nós, Cidadãos!” quer memorial ao 20 de Fevereiro na Praça do Povo

O partido “Nós, Cidadãos!” veio hoje propor que se concretize um memorial que evoque a tragédia do 20 de Fevereiro de 2010. Para esta força política, “se a memória não for exercitada, o interesse diminui e o passado é gradualmente silenciado até ser integralmente extinto da história”. Ora, do seu ponto de vista, preservar a memória de uma comunidade é importante para a construção da
sua identidade e para, na definição do seu presente e futuro, não repetir os erros cometidos no passado.

“As profundas consequências da aluvião de 20 de Fevereiro de 2010 resultaram, em grande medida, de erros cometidos ao longo de décadas, se não mesmo séculos, na ocupação do território e na forma como fomos fazendo definhar as nossas florestas”, postula este partido. “Associado à parca integração de medidas de prevenção nas intervenções posteriores à aluvião de há 9 anos, o passar do tempo aumenta o risco da sociedade madeirense esquecer a elevada probabilidade de eventos daquela natureza e grandeza se repetirem e, nesse esquecimento, ‘baixar a guarda’ que deve ser mantida em relação à prevenção e mitigação dos seus efeitos”.

Daí a proposta de uma homenagem às vítimas desse trágico sábado, dia 20 de Fevereiro de 2010. O “Nós, Cidadãos!” propõe que o Governo Regional edifique um Memorial na Praça do Povo por altura do 10º aniversário, em 2020, da aluvião.

O partido propõe ainda que sejam convidados a trabalhar em conjunto 10 artistas madeirenses de áreas diversas (pintura, escultura, arquitectura, música, dança, teatro, poesia, fotografia, etc.), e concedido a esse grupo total liberdade criativa na concepção do projecto e posterior edificação da obra.