“A Birra do Morto” sobe ao palco para três espetáculos

Birra do Morto“A Birra do Morto” é uma peça apresentada pela OFITE –  Oficina de Teatro do Estreito, no auditório do Centro Cívico do Estreito, que tem para os próximos três dias novas apresentações públicas depois de atuações com lotação esgotada.

O primeiro espetáculo do fim de semana começa já esta sexta-feira, dia 26, pelas 21h00 e no dia seguinte à mesma hora. No domingo, será às 18 horas. A entrada é de acesso livre, pela ordem de chegada e mediante a lotação máxima do auditório.

A peça teatral é interpretada através de uma “farsa trágica”, num ato, com grande potencial cómico. A história acontece à volta das birras de um homem que supostamente morreu, mas que não quer ser enterrado, desprezando todos os argumentos que as personagens (a médica, a viúva, a dona da agência funerária, entre outras) lhe apresentam. Quando lhe é dada a noticia de que morreu, tenta usar todos os estratagemas possíveis para fugir à situação, desde subornar a medica para que rasgue a certidão de óbito, a recusar a presença do padre, da GNR, da agência funerária, dos amigos e da própria família. No entanto, subjugado pelos agentes da Guarda Nacional Republicana, o homem é forçado a deitar-se no caixão, sendo-lhe apenas concedido o direito a despedir-se da viúva. Nesse momento, o morto tenta convencer a viúva acompanhá-lo na urna, alegando que receia estar sozinho, que sofre de claustrofobia e que tem medo de fantasmas. Mas a viúva não cede aos seus pedidos…