“Financiamento da imprensa deve ficar fora do Orçamento da CMF para 2019”, alerta Raquel Coelho, do PTP

PTP Câmara
Raquel Coelho falou a Miguel Gouveia nas “necessidades de habitação social crescem de dia para dia e isso é muito preocupante e o investimento camarário não acompanha essa carência”.

Raquel Coelhoo, do PTP, reuniu-se com o vice presidente da Câmara do Funchal e, nesse contexto,considerou, entre outros assuntos, que  “o financiamento da imprensa por parte da autarquia é no entender do PTP um desbaratamento dos dinheiros públicos e causa o desvirtuamento da democracia” e por isso quer ver essa tendência “erradicada do Orçamento de 2019”.

A deputada municipal começou por enunciar algumas preocupações do PTP “relativamente à organização da cidade, ao meio ambiente e aos graves problemas sociais que se fazem sentir no município.  “As necessidades de habitação social crescem de dia para dia e isso é muito preocupante e o investimento camarário não acompanha essa carência, referiu Raquel Coelho.

A deputada do PTP também manifestou a sua apreensão relativamente à tendência de se apostar em “iniciativas com propósitos eleitoralistas”, uma vez que se aproximam três atos eleitorais. “Deve a CMF apostar em medidas estruturais para a cidade e o populismo deve ficar de fora do Orçamento para o próximo ano”, só assim poderão contar com o nosso apoio, disse.