Salvador Sobral e Maria João colaboram com projecto musical madeirense “Mutrama”

O projecto Mutrama – música tradicional madeirense revisitada estreia-se no próximo dia 19 de Julho às 21h00 horas, no Teatro Municipal Baltazar Dias. A par deste primeiro concerto, será também lançado o primeiro disco desta iniciativa musical.
O Projecto Mutrama reúne vários músicos, que foram convidados para reinterpretar doze canções do cancioneiro tradicional da Ilha da Madeira. “São 600 anos de gente que aconteceu viver numa ilha, de ciclos económicos, migrações, colonias, orquestras pobres, festas sagradas e vernáculas e cantigas”, refere uma nota de imprensa.

Esta iniciativa é coordenada pela Associação Musical e Cultural Xarabanda, a partir das recolhas que realizaram nas décadas de 80 e 90. Apoiado pela Câmara Municipal do Funchal e com produção da Associação Wamãe e Filipe Ferraz, o Mutrama tem direcção artística de André Santos.

“Pouco mais se conhece do que o Max e do que o Bailinho da Madeira. Acredito que das dez canções que eu escolhi, as pessoas conhecem uma. Eu só conhecia uma, as outras foram todas descobertas” refere André Santos.

Neste projecto existe um trio base formado por André Santos na guitarra, António Quintino no contrabaixo e Joel Silva na bateria e percussão. Os músicos Salvador Sobral, Maria João, Ricardo Ribeiro e Mariana Camacho aceitaram fazer parte deste projecto, dando voz aos temas madeirenses.

No alinhamento do concerto constam os temas “Pensação do Menino” interpretado por Maria João, “Noite Serena” na voz de Salvador Sobral, “Camisinha do Menino” por Ricardo Ribeiro, “Mourisca” por Mariana Camacho, “Baile da Meia Volta” com Desidério Lázaro ao Safoxone e “Canção da Serra” por Desidério Lázaro e Francisco Andrade no Safoxone.

Os ingressos têm um custo de 10 euros e estão à venda na bilheteira do Teatro Baltazar Dias.