AFM pede explicações à Federação por causa do título de futebol feminino “retirado” ao Marítimo

A Associação de Futebol da Madeira (AFM) pediu explicações à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por causa de um polémico prolongamento que, no passado fim-de-sema, deu o título de campeão (campeonato nacional de promoção futebol feminino) à Ovarense em detrimento do Marítimo.

Nas contas da AFM, no conjunto dos dois jogos, o Marítimo teve um score de golos a seu favor de 7-5.

“Não compreendemos a necessidade de efetuar um prolongamento porque os resultados dos dois jogos não justificava devido à vantagem então verificada. Mas, mesmo com esse prolongamento indevido, a vantagem era sempre favorável ao nosso filiado”, disse a AFM.

“Aguardamos a retificação do erro então cometido”, remata.