JPP pede mais atenção à IHM para as questões sociais no bairro de Santo Amaro

Foto DR

O Juntos pelo Povo (JPP) reclama mais atenção à Investimentos Habitacionais da Madeira (IHM) para as questões sociais, que preocupam os habitantes do Bairro de Santo Amaro, conhecido como ‘supermercado da droga’.

Segundo uma nota de imprensa, a deputada Patrícia Spínola pede à IHM que não se preocupe apenas com a reabilitação destes complexos. “Falta a componente social, nomeadamente, aumentar o número de técnicos que possam dar apoio a estas famílias, que façam um diagnóstico destas situações, para que depois se tomem medidas adequadas”, alertou, lembrando que para desenvolver este trabalho é necessário ter recursos:

“Analisando o plano de atividades da IHM em 2017, contempla 34 técnicos, o que dá uma média de 1 técnico por cada 360 pessoas, no total de complexos habitacionais da tutela da IHM. Sabendo que estes técnicos não se dedicam exclusivamente a estas questões, vemos claramente que estamos perante uma falta de apoio a estes residentes. E é aqui que se exige uma maior atenção, para que o problema não aumente e se acautele a segurança dos moradores e o futuro destas crianças e destes jovens.”

A deputada do JPP deu a conhecer as principais preocupações, manifestadas pelos habitantes: “O consumo de estupefacientes, o barulho associado a estas atividades e a produção de lixo foram algumas das denúncias que chegaram ao JPP Funchal. Acima de tudo, os moradores estão preocupados com a proximidade das férias escolares e com este mau ambiente que consideram inadequado para as crianças, que vão estar mais tempo no espaço exterior deste bairro.”