TSD satisfeitos com acordo entre SESARAM e enfermeiros

A Secção dos Enfermeiros dos Trabalhadores Social-Democratas (TSD) louvou ontem o Governo Regional pelo sucesso nas negociações com os enfermeiros da RAM. Em causa está o Acordo Colectivo de Trabalho para os enfermeiros com o contrato individual de trabalho que exercem funções no SESARAM (Serviço de Saúde Regional), refere nota de imprensa.

Um instrumento “positivo” aplicado ao enfermeiros com Contrato Individual de Trabalho que visa “uniformizar as condições de trabalho relativamente aos enfermeiros com Contratos de Trabalho em Funções Públicas”, explicou a presidente da Secção dos Enfermeiros dos TSD.

Para Tânia Costa, este acordo dá cumprimento ao compromisso assumido pelo Governo Regional de assegurar a harmonização dos dois regimes de vinculação que coexistem no SESARAM, o que “demonstra o empenho no investimento e valorização dos profissionais de saúde.”

Esta responsável elogiou o retorno dos três dias de férias, a abertura do concurso para a admissão de 64 enfermeiros, e a remuneração suplementar para os enfermeiros especialistas.

“Até o fim da legislatura serão admitidos mais enfermeiros, cumprindo o plano de Governo, com um número total de 400 enfermeiros”, referiu Tânia Costa, frisando que os governantes estão sensíveis para os benefícios destas contratações.

“Percebemos que esta situação aumentará o investimento no imediato, mas os governantes estão sensíveis aos ganhos em saúde que advém destas contratações, com a diminuição da despesa a curto, médio e a longo prazo, e a melhoria clara na qualidade dos ser cuidados prestados”.

A Secção dos Enfermeiros aguarda apenas a revisão da carreira que depende do Governo da República, concluiu Tânia Costa.