Nacional ofereceu 100 bilhetes aos sócios e pede apoio para o jogo de amanhã contra o União a pensar no regresso à I Liga

Nacional adeptos
O Nacional pede o apoio dos sócios no jogo de amanhã à tarde, na Ribeira Brava, onde defrontará o União para a 33ª jornada da II Liga.

O Nacional tem seis finais para disputar tendo em vista atingir o objetivo a que se propôs, o regresso à I Liga. E amanhã, com a realização da 33ª jornada da II Liga, tem um jogo de grande importância, na Ribeira Brava, às 19.15 horas, na Ribeira Brava frente ao União, um duelo insular em que as equipas estão em campos opostos na tabela classificativa, o Nacional para subir, o União em zona de descida.

A equipa nacionalista, orientada por Costinha, descolou dos seus mais diretos perseguidores há algumas jornadas e desde então não mais largou o primeiro lugar, está agora com 59 pontos, mais quatro do que o seu mais direto perseguidor, a equipa açoriana do Santa Clara, que neste momento está em posição de subida, uma vez que no final da época sobem dois ao escalão máximo. De perto seguem o Penafiel e o Arouca, com 54 pontos, Porto B com 52 e Académica e Académico de Viseu com 51 pontos.

De acordo com informações do Nacional, o plantel continua a preparar a deslocação à Ribeira Brava, tendo cumprido ontem à tarde “uma sessão de treino aproveitada pela equipa técnica para começar a trabalhar aspetos de ordem estratégica”.

Hoje de manhã cumpriu-se a derradeira etapa na preparação da equipa. Um treino que irá decorrer no Estádio da Madeira e no qual a equipa técnica contou com todos os elementos disponíveis.

O gabinete de comunicação do clube dá conta que a Administração do clube decidiu oferecer uma centena de bilhetes aos sócios para este jogo contra o União, atendendo à importância que o mesmo tem relativamente aos propósitos de subida. “Assim, os primeiros 100 associados com quotas em dia, que passaram ontem pela sede do clube tiveram direito a um bilhete gratuito, bilhetes esses que foram entregues em pouco mais de 45 minutos. Sinal de que os sócios estão com a equipa e preparados para ser uma vez mais o verdadeiro 12º jogador”, diz o clube.

Em termos de números, o Nacional está em primeiro com 59 pontos, com 16 vitórias, 11 empates e 5 derrotas, 63 golos marcados e 40 sofridos

Este jogo, no entanto, também é de extrema importância para o União, o que em termos competitivos deixa antever uma partida bem disputada face ao que está e jogo. Os unionistas encontram-se no 18º lugar, com 32 pontos, em zona de descida. Para trás têm Sporting B também com 32 e Real SC com 28. À frente, está Gil Vicente e Braga B com 33 pontos e Cova da Piedade com 37.