PS-Madeira quer ouvir a secretária regional Rita Andrade sobre o Lar do Porto Moniz

O PS-Madeira revelou hoje que o seu grupo parlamentar deu entrada, na Assembleia Legislativa da Madeira (ALRAM) com um pedido de audição parlamentar à secretária regional da Inclusão e Assuntos Sociais, Rita Andrade, “sobre as irregularidades detectadas no Lar de Idosos do Porto Moniz”, da Fundação Mário Miguel.

Este lar de idosos, referem os socialistas, desde há uns anos, tem sido alvo de denúncias que já motivaram a abertura de um inquérito interno em 2014 e, mais recentemente, levaram a Polícia Judiciária a intervir.

Nesse sentido, a deputada Sofia Canha reportou, no pedido de audição parlamentar, algumas das denúncias colhidas sobre o funcionamento do Lar de Idosos do Porto Moniz, nomeadamente “a ausência de qualquer prestação de informação aos familiares dos utentes, o não acompanhamento dos utentes, por um funcionário do lar,  em caso de deslocação aos centros médicos e hospitalares”, mesmo em casos de utentes com demências. Sofia Canha salientou, também, “a inexistência de qualquer tipo de actividades ocupacionais, lúdicas e recreativas, a falta de cuidado e de zelo pelos pertences dos utentes, bem como a demora no atendimento médico e de socorro aos utentes, uma vez que os funcionários estão proibidos de chamar qualquer tipo de socorro sem antes contactarem o médico e/ou enfermeiro”.

Face ao exposto, o grupo parlamentar do PS-M pretende, através de uma audição parlamentar à secretária regional da Inclusão e Assuntos Sociais, verificar qual o acompanhamento que o Instituto de Segurança Social tem feito no sentido de serem apuradas responsabilidades e garantir a qualidade do lar.