Sem-abrigo “Zé” está internado na Cirurgia do Hospital Dr. Nélio Mendonça; é possível salvar-lhe a perna

Foto Rui Marote

Conforme ontem referimos, o sem-abrigo conhecido por “Zé” e que pernoitava na zona do Quebra-Costas foi internado no Hospital Dr. Nélio Mendonça. Este homem, que acabou expulso da residência familiar por recusar-se a tomar banho e por outros vícios, acabou a viver nas ruas do Funchal e ultimamente vinha dando nas vistas por se encontrar mesmo muito mal fisicamente, a par dos problemas de que padecia já psicologicamente.

De facto, uma das suas pernas encontrava-se num estado tal que aparentava mesmo estar gangrenada, exalando um cheiro pútrido. O pobre homem chegava a ser visto a retirar vermes da própria pele, por transeuntes agoniados.

O FN, pela mão do repórter fotográfico Rui Marote, denunciou a situação, à qual se veio juntar a voz do advogado Adolfo Figueira Brazão, que deu conta que já denunciara também a mesma aos serviços competentes há três meses, mas nada ainda tinha sido feito.

O alerta do FN surtiu efeito e equipas de rua, que prestam apoio aos sem-abrigo, vieram buscar o “Zé”. Actualmente, conforme conseguimos confirmar hoje por fonte médica, o mesmo encontra-se internado na Cirurgia no Hospital Dr. Nélio Mendonça. E tudo indica que será possível salvar-lhe a perna. “Estas úlceras parecem muitas vezes piores do realmente são”, disse-nos um médico.

Idealmente, acrescentou o mesmo clínico, o “Zé” devia permanecer internado pelo menos durante um mês.