Expresso revela que Cafôfo, Idalina e funcionário são arguidos no processo da queda da árvore no Dia do Monte

monte 16
A tragédia do Monte provocou 13 mortos.

O jornal Expresso acaba de revelar, na sua edição online, que o presidente da Câmara do Funchal Paulo Cafôfo, a vereadora do Ambiente Idalina Perestrelo e um funcionário da autarquia, foram constituídos arguidos no processo que envolve a queda da árvore no Monte, a 15 de Agosto, Dia do Monte. A tragédia provocou a morte de 13 pessoas e ferimentos em meia centena.