Paula Cabaço afirma estar a acompanhar polémica na Escola de Hotelaria; exorta a que denúncias sejam feitas nos locais próprios

A secretária regional do Turismo e Cultura, Paula Cabaço, respondeu ao pedido do Funchal Notícias para se posicionar relativamente à recente polémica na Escola de Hotelaria e Turismo da Madeira. No dia seguinte à publicação de reportagens com os estudantes, a direcção daquele estabelecimento de ensino e o Sindicato de Hotelaria, todos a comentarem as acusações lançadas àquele escola hoteleira pela associação “Força de Estudantes da Madeira”, Paula Cabaço respondeu ao FN dizendo que o Governo Regional está atento e a acompanhar, pela comunicação social, toda esta situação. Porém, a governante salienta que é da maior importância “que estas denúncias sejam ou venham a ser apresentadas nos locais próprios, por forma a motivarem uma actuação em conformidade”. Salienta, por conseguinte, que é na base desta denúncia, nos locais próprios, que se pode intervir e agir.
Paula Cabaço refere ainda que quaisquer declarações mais conclusivas no âmbito do processo da Escola Hoteleira deverão aguardar pela comissão de inquérito que está a decorrer e que inclusive será analisada, na próxima semana, na Assembleia Legislativa, onde serão prestados todos os esclarecimentos necessários.