JPP promete apoio aos agricultores em Santa Cruz

O partido “Juntos pelo Povo” deu a conhecer hoje os candidatos à Assembleia e Junta de Freguesia de Santa Cruz, numa candidatura que é, novamente, liderada por Paulo Alves.
O actual presidente da Juna recandidata-se apresentando um programa centrado na continuidade do trabalho de “matriz social” levado a cabo nos últimos quatro anos. Paulo Alves promete prosseguir com a aquisição de medicamentos, o apoio aos estudantes universitários, aos estudantes do segundo e terceiros ciclos e do secundário. Propõe-se também continuar com o apoio à reabilitação de imóveis de pessoas econóamica e socialmente vulneráveis.
Nos próximos anos, Paulo Alves compromete-se ainda a criar uma nova área de acção que vai marcar o projecto que tem para a Junta de Freguesia, que é o apoio aos agricultores.  “Neste momento a ARM está a fazer a recuperação dos canais de rega principais do concelho de Santa Cruz. O que nós nos comprometemos é a ajudar os agricultores na recuperação dos canais de rega, das levadas, para que eles possam levar a água aos seus terrenos”, referiu, acrescentando que esta é uma forma de ajudar quem trabalha a terra e de fazer um melhor aproveitamento dos recursos hídricos.
Filipe Sousa, presidente do JPP e líder à Câmara Municipal de Santa Cruz, manifestou por seu turno o seu total apoio à candidatura de Paulo Alves e da sua equipa.
Por outro lado, lançando ideias para o futuro, nomeadamente no incentivo à iniciativa privada, à valorização da frente-mar e à melhoria da oferta turística e de lazer para visitantes e residentes.
Afirmou ainda que o JPP foi o responsável por desbloquear investimentos parados há mais de quarenta anos, como no caso do hotel situado na frente-mar de Santa Cruz. “Foi no nosso mandato, com a nossa política de proximidade e de abrir portas ao sector privado, que conseguimos que houvesse aqui um investimento forte”, salientou, acrescentando ainda os “casos da recuperação do solar da Dona Mécia e a renovação completa do hotel Santa Catarina”.
O líder do JPP e recandidato à autarquia sustentou, por isso, que a Eco Taxa, lançada pelo JPP e “com resultados de sucesso”, servirá para a dinamização, revitalização e dinamização dos centros urbanos e turísticos. Em Santa Cruz, adiantou que uma das grandes ideias será a criação de amplas zonas pedonais, com parques de estacionamento subterrâneos. “O que se pretende é dar condições aos que nos visitam e a quem aqui vive. Temos uma excelente frente-mar, que vai desde a Praia das Palmeiras até à Ribeira da Boaventura. Vamos criar quiosques com o objectivo de concessioná-los não só na época de Verão, mas também na época de Inverno”, realçou, acrescentando que a Eco Taxa será um instrumento fundamental, com a particularidade de ser paga por quem nos visita e não pelo povo, como pretendia o PSD.