“Funchal Forte” reúne-se hoje com a Ordem dos Enfermeiros

A coligação “Funchal Forte” reúne-se hoje, pelas 15h30, com o Conselho Directivo da Ordem dos Enfermeiros. No encontro deverão ser abordadas possíveis parcerias a desenvolver e, segundo um comunicado, “a colaboração da referida associação sócio-profissional do ramo da saúde com o núcleo executivo do Atrium Social do Funchal”.

A problemática dos seniores do concelho e os estilos de vida saudáveis estão na linha das preocupações do “Funchal Forte”.

“Estamos presentes; porque sabemos que são os enfermeiros o grupo profissional que está preparado e habilitado a intervir, além de estar capacitado e com competência para no terreno tornar operacional uma linha assistencial que considera e integra o habitat natural dos cidadãos”, refere a nota de imprensa.

A coligação “Funchal Forte” diz que há necessidade de o município congregar, numa linha de cooperação em rede social, as ferramentas existentes, e da importância que um Centro Logístico tem, de modo, a se operacionalizar, de forma, sustentável os recursos públicos e privados do concelho. É essa a sua ideia para o Atrium Social que quer criar no antigo Matadouro.

“Temos assistido a um desenfrear de várias candidaturas em apelar à protecção dos idosos; quando os abandonaram à sua sorte em hospitais e lares, sendo governo durante décadas; nada fizeram”, acusa a coligação, para a qual “existe uma necessidade, urgente, de procedimentos interventivos, normalizados, de acordo com a lei”, que previnam e minimizem a violência sobre os mais velhos e frágeis.

O “Funchal Forte” diz que “tudo fará para não desenraizar os seus cidadãos seniores”.

“Sabemos que para isso, é necessária a colaboração de muitos, incluindo familiares; voluntários; IPSS e entidades públicas, envolvidos na saúde e no social. Não é tarefa fácil; mas é possível com trabalho e competência”, concluem.