PTP criticou Cafôfo e Rubina Leal pelas “campanhas eleitorais milionárias”

O PTP criticou Paulo Cafôfo e Rubina Leal, por considerar que fazem campanhas eleitorais milionárias, apesar da cidade do Funchal apresentar inúmeras carências. As declarações foram prestadas no sábado, quando o partido denunciou que o bairro da Ribeira Grande carece de condições apropriadas de habitabilidade.

“Enquanto Rubina Leal e Paulo Cafôfo fazem campanhas milionárias nestas eleições autárquicas, com o dinheiro dos contribuintes, o parque habitacional do bairro da Ribeira Grande degrada-se a olhos vistos, por falta de manutenção e investimento da CMF e do Governo. Os residentes deste bairro correm sérios riscos de saúde, porque os telhados são em amianto”. Foi desta forma que Raquel Coelho, a cabeça de lista do PTP ao Funchal, descreveu, o cenário encontrado em Santo António.

Segundo o partido os moradores transmitiram à equipa do PTP que se sentem abandonados, e que nem o Governo ou a autarquia os ajuda.

“Isto é uma situação vergonhosa, gastar-se dinheiro em cartazes gigantes, em agências de comunicação caríssimas, em jantares e festas às expensas do erário público, para se promover candidatos, enquanto o Funchal apresenta inúmeras carências” insurgiu-se a candidata do PTP, a qual exige uma resposta por ​da Sociohabita e da IHM.

O PTP considera que “a melhor propaganda para os actos eleitorais é trabalho feito e populações satisfeitas, não é elegermos um executivo camarário com campanhas megalómanas”, criticou Raquel Coelho.

“Isto só mostra a incoerência dos dois putativos candidatos a governar a CMF. Ambos não conseguiram solucionar os problemas da cidade no exercício das suas funções e ainda querem comandar novamente os destinos do Funchal à custa de publicidade enganosa”, disse Raquel Coelho.