CDS-PP salienta a sua “aptidão” para gerir Câmara de Lobos

O CDS-PP entregou hoje no Tribunal da Comarca do Funchal as listas de candidatos às próximas eleições autárquicas a todos os órgãos no concelho de Câmara de Lobos.

João Paulo Santos fez questão de salientar “a juventude, competências e o saber” dos candidatos “seja pela via da formação académica ou pela experiência e aptidão pessoal e profissional”.

“Estamos prontos para assumir a gestão do Município de Câmara de Lobos, e estamos prontos porque nos preparamos para os desafios a que nos propusemos”, disse o candidato à autarquia.

Segundo nota do CDS, João Paulo Santos apresentou três das principais compromissos da sua candidatura, nomeadamente reduzir a carga fiscal, reduzir o valor das despesas correntes e apoiar os sectores produtivos. Quanto ao primeiro, disse, “somos claros e objectivos. Vamos aplicar a redução máxima de 0.3% no IMI e devolução máxima de 5% no IRS, já a partir de 2018 e até ao final do mandato”.

Em segundo lugar, o CDS refere que os munícipes não entendem como é que um município que tem cerca de 34 mil habitantes e com uma escassa produtividade tem uma despesa corrente que ronda os 7 milhões de euros anuais. Quando já se entregou todo o saneamento básico (água, lixo e esgotos) à empresa ARM.

Finalmente, no apoio aos sectores de produção (agricultura, pescas e serviços), pretende-se promover a criação de emprego e a sustentabilidade municipal no seu todo.