O embalo da ‘Confiança’ ou a confiança no embalo!

Ilustração José Alves.

O Secretário-Geral do Partido Socialista (PS), António Costa desloca-se hoje à Madeira para participar, logo à noite, a partir das 20 horas, na Praça do Município, na apresentação da equipa da coligação ‘Confiança’ à vereação da Câmara Municipal do Funchal.

No mundo do futebol, têm sido públicas e publicadas as denúncias dos clubes ao “Colinho” (expressão segundo a qual o Benfica foi levado ao colo pela arbitragem até à conquista do campeonato).

Na política também há colinho e há afetos. E já se percebeu que António Costa nutre especial afeto pelo atual presidente da Câmara do Funchal, Paulo Cafôfo e pela sua equipa.

Isso ficou claro na última deslocação à Madeira e na ‘ponte’ que fez para que o JPP integrasse, como integra, a atual coligação Confiança.

Ontem, no balanço da atividade parlamentar, o líder da bancada do PSD na Assembleia Regional, Jaime Filipe Ramos disse que há uma estratégia para comandar os destinos da Madeira a partir de Lisboa.

Referia-se ao desejo (implícito/explícito?) de ver Paulo Cafôfo como candidato à Quinta Vigia nas Regionais de 2019. Despacito!

Talvez seja esse o embalo da Confiança ou a confiança em que, uma vez ganhas as Autárquicas no Funchal, se a coligação o conseguir, ser imparável o embalo em direção à Quinta Vigia.

Aparentemente fragilizada/secundarizada fica a atual liderança do PS-Madeira.

Carlos Pereira tem naturais expectativas de ser ele o candidato à Quinta Vigia em 2019 (também Victor Freitas o teve e fez questão de o afirmar publicamente com os resultados que se viu) mas há sinais de sentido contrário. A última fragilidade decorreu da não aprovação do relatório sobre a CGD por terem faltado à votação alguns dos seus pares. Sinais!