Freguesias à lupa: São Roque do Faial onde o PSD concorreu sozinho em 1976 e 1979

É um caso sui generis na democracia autárquica madeirense.

Tirando as freguesias das Achadas da Cruz e Jardim do Mar onde o número de eleitores, por ser inferior a 200, não houve eleições nas primeiras Autárquicas, São Roque do Faial foi a todas, de 1976 até hoje.

A singularidades desta freguesia do concelho de Santana prende-se com o facto de, nos dois primeiros atos eleitorais autárquicos (1976 e 1979) o PSD ter concorrido sozinho.

Mesmo assim, nesses anos, o PSD não conseguiu o pleno porque houve votos brancos e nulos. Em todo o caso, certamente mais ninguém baterá o histórico resultado de 97,7% alcançado pelo PSD em 1976.

Tal como a vizinha freguesia do Faial, São Roque sempre se manteve fiel ao PSD.

Em mais de 40 anos de democracia autárquica, sempre foi o PSD a governar São Roque do Faial.

O resultado mais baixo conseguido pelo PSD foi precisamente nas últimas Autárquicas de 2013, ano em que o partido social-democrata baixou as fasquia dos 50%, ganhando a Junta mas com 47,7% dos votos.

2013 foi também o ano em que se quebrou a bipolarização PSD/PS nesta freguesia. O CDS obteve, nesse ano de 2013 o melhor resultado de sempre na freguesia, com 23,4% das preferências dos eleitores.

Em 2001, a coligação PS/CDS tinha alcançado 28,3% e, sozinho, o melhor que o PS conseguiu foi em 1989, com 37,8% da fatia do eleitorado.