Rubina Leal quer frente mar em condições apropriadas na Praia Formosa

A candidata social-democrata à presidência da Câmara Municipal do Funchal, Rubina Leal, criticou ontem, em conferência de imprensa, “o estado lastimável” e a “degradação” da frente mar da cidade, junto à Praia Formosa, bem como a falta de condições de segurança para todos os funchalenses e visitantes que passeiam nesta zona.

“O aluimento de terras junto à zona pedonal, o piso escorregadio – que põem em causa a segurança de centenas de pessoas que passam diariamente neste local – e a falta de manutenção daquele troço da promenade foram outros dos problemas sinalizados por Rubina Leal, durante uma visita a este espaço público, cuja responsabilidade é do actual executivo da Câmara do Funchal, através da empresa municipal Frente Mar”, refere um comunicado.

“Nesta frente mar onde todos os dias muitas pessoas, muitos funchalenses e muitos turistas, fazem este percurso, encontramos este nível de degradação e o estado lastimável em que se encontra esta Promenade, com uma total ausência de segurança”, notou a candidata social-democrata, dizendo que é imperativo fazer uma manutenção constante deste espaço.

“É importante que se faça uma manutenção constante da promenade. É importante que este espaço e a zona pedonal estejam em bom estado não só para aqueles que aqui vêm diariamente mas também para quem nos visita”, sublinhou Rubina Leal.

O objectivo declarado da candidata à Câmara Municipal do Funchal é dotar toda a frente mar, incluindo o troço da promenade da Praia Formosa, que neste momento se encontra abandonado, de verdadeiras condições de segurança e de conservação.

“Com a minha candidatura aquilo que se pretende é ter todos estes espaços públicos nomeadamente uma frente mar que esteja completamente arranjada, limpa, aprazível e em bom estado de conservação, para que todas as pessoas do nosso Funchal possam por aqui passear”, concluiu Rubina Leal.