Orçamento Participativo de Portugal debatido em Câmara de Lobos

Decorreu hoje no Museu de Imprensa da Madeira, em Câmara de Lobos, a apresentação e recolha de ideias para o Orçamento Participativo de Portugal.

O evento contou com a presença da secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa, Graça Fonseca, e do presidente da Câmara Municipal de Câmara de Lobos, Pedro Coelho. O autarca agradeceu o convite endereçado à autarquia para receber este evento, num concelho que se tem destacado a nível nacional nas questões da participação, nomeadamente ao nível da Agenda 21 Local, onde, inclusive, já foi galardoado a nível nacional, o que comprova que existe massa crítica em Câmara de Lobos e sentido de participação cívica, evidenciado pela mais de meia centena de participantes que encheram o espaço instalado no Museu de Imprensa da Madeira, afirmou.

Os presentes foram desafiados a apresentar propostas de âmbito regional (Madeira) nas áreas da Justiça e Administração Interna bem como propostas de âmbito nas áreas da agricultura, cultura, ciência e formação de adultos, até ao montante de 200 mil euros.

O Orçamento Participativo Portugal é um processo democrático, directo e universal, através do qual as pessoas decidem sobre investimentos públicos em diferentes áreas de governação, salienta a edilidade camaralobense, As pessoas podem participar através da apresentação de propostas e da votação em projectos. A apresentação de propostas decorre entre Janeiro e Abril. Entre 1 de Junho a 15 de Setembro decorrerá a fase de votação pelos cidadãos. No mês de Setembro serão anunciados os projectos vencedores, de entre aqueles que obtiverem um maior número de votos.