Presidente do Porto Santo farto de “encrencas” acusa Luísa Mendonça de “vandalismo político”

porto-santo-033.jpg.jpegO presidente da Câmara Municipal do Porto Santo, Filipe Menezes de Oliveira está “farto” de ver as suas propostas chumbadas na Assembleia Municipal com a conivência da presidente que lhe lhe devia ser leal, Luísa Mendonça.

A gota de água foi o chumbo, esta manhã, da proposta relativa ao IRS que, tal como as propostas de Orçamento e Plano para 2017, foram chumbadas pela Assembleia Municipal da ilha dourada.

Menezes de Oliveira acusa Luísa Mendonça de “sem dó nem piedade” fazer “vandalismo político” o que considera ser uma “vergonha”.

“Basta de entraves, encrencas e, sobretudo, de atos de má-fé”, disse esta tarde Menezes de Oliveira.

Para o autarca, Luísa Mendonça está a fazer o jogo da oposição ao chumbar, pela segunda vez, “sem argumentos válidos”, instrumentos autárquicos para a boa governação municipal.