Prisão domiciliária de Ricardo Salgado substituída por caução de 3 milhões

 

 

 

(LC)

ricardo-salgado

Caso BES: Prisão domiciliária de Ricardo Salgado substituída por caução de 3 milhões.

O Ministério Público declarou que o ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES), Ricardo Salgado, viu as medidas de coação alteradas, podendo ficar em liberdade, mediante o pagamento de uma caução de três milhões de euros, avançou a agência Lusa.