JPP compromete-se a trazer documentação histórica para a Madeira

wpid-dsc00975.jpg

Os candidatos do JPP à Assembleia da República reuniram-se, na tarde de ontem, com o diretor do Arquivo Regional da Madeira, para tomarem conhecimento da gestão do património documental da Região.

No final do encontro, Nelson Veríssimo afirmou: “O JPP na Assembleia da República irá desenvolver esforços no sentido de ser transferida, para o nosso Arquivo, a documentação produzida por instituições da Madeira, que se encontra na Torre do Tombo”.

O cabeça-de-lista lembrou que, nos finais do século XIX, foram levados para Lisboa os documentos do Cabido da Sé do Funchal, Convento de Santa Clara, Convento da Encarnação, Provedoria da Real Fazenda e Alfândega do Funchal.

Desde 1932 que a Madeira pretende reaver esta documentação. Esta reivindicação tem vindo a ser reafirmada, após a inauguração das novas instalações do Arquivo Regional, mas sem sucesso.

Para Nelson Veríssimo, é importante que estes documentos regressem à Região, para que os investigadores madeirenses tenham acesso facilitado a um acervo fundamental da História da Madeira. E concluiu: “Com essa transferência, não haverá diminuição do património nacional, como já foi dito, pois a Madeira faz parte da Pátria Portuguesa. A restituição da documentação histórica à Região seria uma das melhores formas de Portugal festejar os 600 anos do descobrimento e povoamento da Madeira”.