Comunidades abertas à discussão mas esperam para ver as medidas concretas

COMUNICACAO SOCIAL-DA DIASPORA
O painel “A Comunicação Social da Diáspora”.

O I Encontro das Comunidades, que termina hoje no Funchal, tem registado uma boa participação. As mesas de discussão, subordinadas a diferentes temática, têm mobilizado a atenção e intervenção dos emigrantes com sugestões que poderão ser aproveitadas pela entidade organizadora, a Secretaria Regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus.

Uma das observações recorrentes no local de Encontro é o receio de este Encontro das Comunidades gerar muita discussão que se fique apenas pela dimensão das boas intenções, sem qualquer efeito prático de futuro. Como já aconteceu noutros anos, muitas propostas de trabalho foram apresentadas que continuam na gaveta, tendo o governo promovido os eventos apenas para a fotografia e preenchimento de agenda.

SONY DSC
Painel “Luso-descendentes e Cultura”. Fotos Rui Marote

As diferentes mesas de discussão foram divididas em temas distintos como “Luso-descendentes e Cultura”, “A Comunicação Social da Diáspora” e “Mecanismos de Representatividade”. Os participantes, com grande experiência nas comunidades, fizeram intervenções pertinentes e propostas para melhorar a relação do nosso país e região com os emigrantes.

SONY DSC
O painel “Mecanismos de Representatividade”. Fotos Rui Marote

Além das mesas de trabalho, outro painel esteve também em discussão, nomeadamente a Plataforma de Negócios, Empreendedorismo e Promoção. Uma dimensão económica de investimento que é indissociável do mundo da diáspora e que é de grande interesse para a Madeira. Resta agora saber se Sérgio Marques, após a apresentação das conclusões, no final deste Encontro, dará viabilidade efetiva às propostas mais defendidas pelos emigrantes.

SONY DSC
A “plataforma de negócios, empreendedorismo e promoção”. Fotos Rui Marote