Ioga conquista madeirenses como prática de relaxamento e meditação

_yoga-seoul* Com Lília Castanha

A ioga como prática de relaxamento antiga do oriente conquistou também o mundo ocidental. Por isso, assinalar hoje o Dia Internacional da Ioga é uma data significativa para muitos, desde letrados a iletrados, religiosos a ateus, apenas pessoas que procuram a paz perdida na azáfama da vida mundana ou no turbilhão dos ruídos modernos. Os ginásios passaram a incorporar nos seus programas esta prática milenar e a Madeira também se rende às mais-valias desta arte. Nos hotéis, nas escolas da Felicidade e noutros espaços discretos, centenas de madeirenses experimentam semanalmente as mais-valias da ioga e até recomendam às crianças.

Em Setembro de 2014, no seu discurso às Nações Unidas, o primeiro ministro indiano Narendra Modi, propôs converter o dia mais longo do ano, 21 de Junho, no dia internacional do ioga, refere o canal americano CNN.  Modi, praticante assíduo de ioga, considera que esta proposta pode ser uma maneira de unir o mundo em nome desta tradição indiana. Acrescenta que o ioga é um meio de descobrir um sentimento de unidade, consigo próprio, com o mundo e com a natureza.

Hoje, Dia Internacional da Ioga, a Índia não ficou naturalmente de fora das comemorações, em Rajpath, King’s Avenue, com o primeiro ministro indiano a surpreender os participantes de todas as idades ao envolver-se nos exercícios, noticiou a BBC. Segundo as autoridades indianas 35,000 pessoas participaram na sessão de 35 minutos em Rajpath tentando estabelecer um novo recorde do Guiness ao formar a maior classe de ioga num único local.

_yoga-beijingContudo, o dia anunciado como um dia para promover a paz e harmonia não escapou a comentários de algumas organizações muçulmanas, que entendem que o ioga é essencialmente uma prática religiosa Hindu e é contra o Islão. Estes comentários foram refutados pelas autoridades indianas esclarecendo que ninguém é obrigado a praticar ioga sendo as declarações exageradas.

O dia foi celebrado em 251 cidades em 6 continentes com a Ministra dos Negócios Estrangeiros indiana, Sushma Swaraj, a assistir às celebrações em Nova Iorque em Times Square, juntamente com o Secretário Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

Por sua vez, o jornal americano International Business Times indica que antes do evento, Ban Ki-moon, realçou a prática de ioga como uma maneira simples, acessível e inclusiva de promover a saúde física e espiritual, assim como o nosso bem-estar. Acrescenta que o ioga desenvolve o respeito pelo próximo e pelo planeta que todos partilhamos.

Em Portugal diversas atividades celebraram a data. Ontem,realizou-se pelas 9,30h, na Fundação Champalimaud (Auditório), perto da Torre de Belém, a Conferência Mundial do DARSHANA, onde estiveram presentes Mestres do Yoga de todo o mundo. Pelas 14h tiveram lugar demonstrações do Yoga Avançado.

Já hoje, dia 21,  na Pista de Atletismo Prof. Moniz Pereira (Alta de Lisboa) decorreram aulas de ioga a nível global como documenta o site da  Confederacão Portuguesa do Yoga. Já no dia 18 de Junho esta confederação promoveu o evento com a Yoga Flash Mob que poderá ver no vídeo com o seguinte link:

https://www.youtube.com/watch?v=2F7KuDHEbIg