Quando Jardim e Amaral promoviam cimeiras

dn25
Dois políticos que marcaram a política dos Açores e da Madeira.

A imagem tem mais de duas décadas e reporta-se a um tempo de boas relações entre a Madeira e os Açores, dirigidas pelos então presidentes Jardim e Mota Amaral. A foto documenta o início da II Cimeira Madeira-Açores, no Funchal, uma espécie de intercâmbio político salutar que unia as duas ilhas e os seus governantes. A I decorreu nos Açores, quando era presidente do governo Ornelas Camacho e Jardim Líder do PSD.

As relações entre Jardim e Amaral nem sempre foram pacíficas. Houve momentos de azedume. Quem recebe mais dinheiro da República: os Açores ou a Madeira? Um tema de confronto sempre aceso. Mas, no seu estilo contido e introspetivo, o então presidente dos Açores sabia levar a Madeira e o Continente a melhor. Não esperou que lhe apontassem a saída da presidência do governo, fê-lo pelo seu próprio pé, interpretou bem os sinais do tempo, e ainda teve tempo e visibilidade para exercer o cargo de deputado na Assembleia da República.

Pela Madeira ficou-se Jardim, sempre um intransigente defensor dos interesses desta ilha, mas com um estilo mais acintoso e combativo.

As cimeiras eram encontros de confraternização e de debate político. Uma iniciativa que se perdeu. Será que Albuquerque reeditará um dia estes eventos?