Jardim não achou piada a Ricardo Araújo Pereira a gozar com a Igreja

“Em Portugal, erradamente, de há 10 anos para cá a Igreja Católica vive no recúo ante uma obrigatória intervenção ética na vida nacional e numa autodebilitação que, como cristão de culto católico, não compreendo, nem aceito.

Tal dá origem a que a “comunhão” materialismo
marxista/anticlericalismo maçónico, à vontade e através de um “comuna” com ar de efebo, pretenso “humorista”, mas sem graça, falte ao respeito à Igreja Católica.

A estratégia anti-Pátria, que venho denunciando: destruir ou desprestigiar as 3 Instituições que são pilares da Nação Portuguesa. Igrejas, Forças
Armadas e Universidades.”