Rita Andrade salienta responsabilidade social da “Dorilimpa, Lda.”

A secretária regional da Inclusão e Cidadania, Rita Andrade, visitou ontem as instalações da Dorilimpa, Lda., sediada na Camacha. Esta é uma empresa de lavandaria e engomadoria industrial, “com uma política de responsabilidade social e de sustentabilidade assinalável, que tem vindo a crescer ao longo dos anos e, desde 2021, contratou mais 15 novos trabalhadores, a maioria residente na Camacha”, sublinhou.

No âmbito da visita, Rita Andrade referiu o trabalho desenvolvido pela empresa, que detém hoje 33% do mercado regional, factura 2 milhões de euros ao ano e emprega 53 pessoas.

“A ‘Dorilimpa’ é uma empresa que detém um terço do mercado regional em termos de lavandaria industrial, sendo os seus clientes grandes empresas, como é o caso de alguns dos maiores grupos hoteleiros da região. Neste momento, empregam 53 trabalhadores, sendo que 15 deles foram já contratados na fase pós-pandemia”, explicou.

“Têm tido a preocupação de modernizar e actualizar o processo produtivo, sendo muito interessante o conceito de renting, em que as peças de roupa contêm um chip que permite fazer a sua contagem automática à entrada e à saída, bem como registar o número máximo de lavagens, após o qual são substituídas por novas peças. A empresa aposta também na sustentabilidade e poupança de energia, produzida através de biomassa, que além de ser um meio de produção amigo do ambiente, é muito mais económico que o gás, dada a conjuntura actual. Vai realizar também um grande investimento em painéis fotovoltaicos, aumentando a energia consumida a partir de fontes renováveis e reduzindo os consumos energéticos”, realçou a governante.

De referir ainda que a Dorilimpa processa 3,5 milhões de quilos de roupa lavada por ano, o que equivale lavar até cerca de 30 mil peças de roupa por dia, informa ainda um comunicado da Secretaria tutelada por Rita Andrade.