PPM alerta para a saúde mental e para o número de suicídios na Região

O PPM alerta: hoje celebra-se o dia mundial da Saúde Mental. Ora, “como sabemos na nossa Região e como o PPM Madeira já tem vindo a alertar temos apenas dois médicos desta especialidade a exercer no nosso SRS, sendo que temos a maior taxa de doenças mentais a nível nacional”, um desequilíbrio que indigna o partido.
O CDS, partido que integra o Governo Regional, vem à Assembleia “apresentar um voto de congratulação sobre a saúde mental na Região, mas para quê?”, questionam-se os monárquicos madeirenses.
“Se na Assembleia Legislativa dizem que tudo vai bem, entretanto, para os meios de comunicação social, dizem que há falta de médicos psiquiatras, ou seja, do mesmo partido do arco da governação temos dois discursos completamente distintos e os partidos com assento na Assembleia Regional andam todos a dormir, pois até agora o PPM nem uma palavra ouviu sobre o assunto”, refere esta estrutura política, alertando ainda: “Ainda estes dias tivemos a hipótese de ler num meio de comunicação social as queixas de um médico psiquiatra, falhas essas e soluções que o PPM Madeira já desde 2017 em que estivemos reunidos com a direcção da Casa de Saúde São João de Deus, temos vindo a falar e a apresentar soluções”.
“Infelizmente até agora ninguém nos deu ouvidos e a situação dos madeirenses continua a agudizar-se e esta doença  reflecte-se no número de suicídios que ocorrem na Região que é a mais elevada do País”, afirma o PPM.