Sérgio Gonçalves acusa GR de deixar “definhar” o sector das Pescas

O presidente do PS-M veio insistir este fim-de-semana na necessidade de serem direccionadas verbas para a renovação da frota pesqueira e para o apoio aos pescadores e armadores da RAM, área que, assegura, será merecedora de particular atenção e integrará o programa eleitoral socialista.

Sérgio Gonçalves foi ao Caniçal no domingo, juntamente com o presidente da Câmara Municipal de Machico, Ricardo Franco, e diversos elementos do PS-Madeira, para participar na festa em honra de Nossa Senhora da Piedade – marcada pela tradicional procissão marítima. E não esqueceu, precisamente, o facto de esta ser uma terra de pescadores e de estes profissionais precisarem de ser apoiados.

“Uma parte bastante significativa da frota de pesca da Madeira é composta por embarcações com várias décadas e que não garantem as exigíveis condições de segurança e de operacionalidade, não sendo compreensível a inércia do Governo Regional perante o definhar desta vertente fundamental do nosso sector primário”, afirmou o presidente do PS-Madeira.

Particularmente crítico em relação às opções que entende serem erradas, que têm vindo a ser seguidas pelo Executivo do PSD-CDS, Sérgio Gonçalves aponta o dedo ao facto de não serem direccionados quaisquer montantes do Plano de Recuperação e Resiliência para esta área.

“Enquanto que nos Açores o Governo Regional resolveu alocar 32 milhões de euros para o desenvolvimento do cluster do mar, na Região Autónoma da Madeira as prioridades são outras: afundar 150 a 200 milhões de euros no prolongamento do molhe da Pontinha, ao invés de apostar na valorização do sector das pescas e daqueles que a ele se dedicam”, lamenta o líder dos socialistas madeirenses.

No entender de Sérgio Gonçalves, além do apoio aos pescadores e armadores, a aposta na renovação da frota pesqueira seria fundamental para garantir a sobrevivência e sustentabilidade do setor das pescas e, consequentemente, para contribuir para a redução da nossa dependência do exterior.

O presidente do PS-M, que será candidato às eleições legislativas regionais do próximo ano, assume, portanto, esta área como uma prioridade no manifesto eleitoral que irá apresentar à população.

Quanto à festa de Nossa Senhora da Piedade, na qual fez questão de marcar presença, Sérgio Gonçalves destacou o facto de ser um dos arraiais mais carismáticos da Região, atraindo muitos milhares de pessoas para assistir à tradicional procissão marítima.