MPT “considera que a corrupção é um cancro da sociedade”

 

Segundo o Movimento o Partido da Terra (MPT), 54% da população considera que o maior problema do Governo Regional é a corrupção.  Os dados dizem respeito a um inquérito realizado pelo MPT à população.

Em comunicado o MPT avança que “nesse inquérito havia uma pergunta de resposta aberta (i.e., o inquirido poderia responder o que lhe aprouvesse não existindo resposta pré-formatada): “Qual é o maior problema do Governo Regional?” 54% dos inquiridos respondeu que o maior problema do GR é a corrupção (e crimes conexos).”, sem revelar o número de inquiridos

O MPT considera que “a corrupção:

“1.Dilapida a riqueza pois quebra a confiança nas instituições e entre pessoas. A confiança é um ingrediente essencial e insubstituível para haver economia.

  1. Promove o estado de necessidade dos indivíduos, empresas e instituições (i.e., a pobreza) para que ninguém a afronte e todos sejam colaboradores ou coniventes com ela;
  2. Necessita da conivência das entidades fiscalizadoras. “Examinemos a causa de todos os relaxamentos e veremos que eles vêm da impunidade dos crimes e não da moderação das penas.” Montesquieu “

Com efeito, o MPT propõe:

“Substituição de todos os magistrados (incluindo do Ministério Público) da Região (Essencial);

Sanção de despedimento após procedimento disciplinar a todos os funcionários que reiteradamente não permitam o acesso legal a documentos administrativos.

Sanção de despedimento após procedimento disciplinar a todos os funcionários que não denunciarem crimes de que tomarem conhecimento no exercício das suas funções e por causa delas.”

O MPT “considera que a corrupção é um cancro da sociedade” e pede o “fim do SIADAP para que os funcionários possam não ter receio de perseguições após denúncia.”