CDS, na Feira do Gado, congratula-se com os apoios do Governo Regional ao setor primário

No regresso à Feira do Gado, na Santa, Porto Moniz, após dois anos de paragem causada pela pandemia, o CDS-PP Madeira, na pessoa do líder parlamentar, António Lopes da Fonseca, congratula-se pela renovação do espaço da feira, particularmente pela nova zona de investigação, na Estação Zootécnica.

Nas palavras do líder centrista, esta área de investigação será uma mais-valia para os produtores, porque permitirá o apuramento das raças animais, o que poderá, no futuro, fazer com que a Região possa ter uma nova raça, a apelidada raça da terra, que irá, certamente, ser um incremento de valor acrescentado para os produtores.

Lopes da Fonseca realça que este evento é a prova da pujança que a pecuária tem no sector primário, um sector crucial para a economia madeirense, que o CDS sempre esteve na linha da frente na sua defesa.

Contrariamente ao que é dito pelos partidos da oposição, o Governo Regional tem tido uma preocupação com o sector primário e a prova é que, recentemente, o secretário regional da tutela anunciou o reforço das verbas para a pecuária e para a agricultura, nomeadamente 330 mil euros para a pecuária e 3,1 milhões de euros para a agricultura e para o sector agroalimentar.

Este reforço de apoios vem refutar os argumentos da oposição, pois é irrefutável que há uma preocupação, por parte do Governo Regional, em apoiar o sector primário na Madeira, concluiu o deputado do CDS-PP Madeira.