Pedro Calado pretende que a juventude tenha um maior conhecimento histórico

Foto: André Ferreira

No decorrer do sorteio relativo ao concurso «Passaporte Fundação Cecília Zino», que teve lugar hoje, na sede da instituição, Pedro Calado, Presidente da Câmara Municipal do Funchal (CMF), defendeu o envolvimento das Juntas de Freguesia para incentivar os jovens do concelho a visitarem espaços culturais da cidade. Segundo o autarca, é necessário que a juventude tenha um maior conhecimento histórico.

A 11 de fevereiro de 2022, a CMF e a Fundação Cecília Zino assinaram um protocolo de colaboração, que teve por objetivo incentivar as crianças e jovens madeirenses, entre os 10 e os 18 anos, a visitarem centros de exposições, museus ou espaços culturais. A autarquia do Funchal cedeu os espaços a visitar, tais como, o Teatro Municipal Baltazar Dias, o Museu a Cidade do Açúcar, o Museu Henrique e Francisco Franco e a Capela da Boa Viagem, visando promover a cultura. Por cada visita, os jovens recebiam um carimbo. Estão integrados neste projeto  museus e centros culturais tutelados pela Secretaria Regional do Turismo e Cultura.

O presidente da autarquia fez questão de «valorizar» esta iniciativa da Fundação Cecília Zino, que visa essencialmente aproximar os jovens da atividade cultural que o município do Funchal dispõe e  assumiu o compromisso de envolver as juntas de freguesia na divulgação da iniciativa numa futura edição.

«Foi uma forma de  levar a juventude a ter conhecimento histórico dos nossos espaços culturais e, dessa forma, procurar dinamizar os mesmos», salientou, Pedro Calado.

O concurso decorreu até 30 de junho, tendo sido distribuídos 3 mil passaportes.

Os passaportes com mais de 12 carimbos foram hoje sorteados, cabendo aos vencedores diversos prémios, como sejam: 1.º prémio – uma viagem a Madrid para duas pessoas, 2.º prémio – um fim-de-semana a Lisboa ou ao Porto para duas pessoas, 3.º prémio – uma Playstation PS5 e 4.º prémio um Iphone 13.