Xarabanda promove duas actividades no Funchal a 17 e 19 de Julho

A Associação Musical e Cultural Xarabanda (AMCX) vai realizar duas actividades públicas, de entrada livre, alusivas ao projecto apoiado pela CMF, nos dias 17 de Julho, às 19 horas, no auditório do Jardim Municipal, e 19 de Julho, às 19 horas, no Foyer do Teatro Municipal Baltazar Dias.

No dia 17 de Julho, a associação vai apresentar um concerto inclusivo, tendo por base a formação: “Oficina de Ritmos para Cavaquinho Brasileiro e Violão”, baile público intitulado “Dança que eu toco”.

Esta actividade vai contar com a actuação de todos os participantes da formação, acompanhados por dois músicos e formadores brasileiros convidados, Pedro Cantalice e Gilberto Vieira.

Para além disso, o concerto contará com a participação dos grupos musicais da AMCX, “A velha Guarda”, o “Quarteto Moritz” e o grupo de danças tradicionais europeias, “Rodopio Pintoresco”.

Por outro lado, no dia 19 de Julho, será apresentada a conferência “Danças Urbanas do Século XIX para Cavaquinho do Brasil e Machete/Braguinha”, proferida pelos investigadores brasileiros Pedro Cantalice e Gilberto Vieira, e pelo musicólogo Paulo Esteireiro.

A Associação Cultural e Musical Xarabanda foi criada em 1981, visando promover a tradição musical madeirense, tendo lançado o seu primeiro disco em 1989, “Tocares e cantares tradicionais da Madeira”.

Esta associação é composta por dez elementos, entre eles, Rui Camacho, João Viveiros, Roberto Moniz, Roberto Moritz, Maria João Caíres, Slobodan Sarcevic, Filipa Camacho, Carlos Figueira e Duarte Salgado.