Carlos Pereira diz que helicóptero para combater incêndios na RAM se deve ao PS

Carlos Pereira afirmou, hoje, que os meios aéreos no combate aos incêndios na Região são uma realidade graças ao PS. O cabeça de lista do PS-M às eleições legislativas nacionais e deputado lembrou que durante muitos anos o PSD (primeiro com Alberto João Jardim e depois com Miguel Albuquerque), baseando-se em “hipotéticos estudos que nunca ninguém conseguiu comprovar”, foi dizendo à população madeirense que não era possível a utilização de meios aéreos para combater os incêndios.

O candidato do PS recordou que, na sequência da tragédia dos incêndios de 2016, o PS – e o próprio – se empenharam para demonstrar que era possível e que era útil o uso dos referidos meios.

Por proposta do PS, afirma, foi possível solicitar ao Ministério da Administração Interna a realização de testes, tendo o relatório dos peritos concluído que “a Madeira tinha todas as condições para a utilização de meios aéreos”.

“Nós desmontamos uma mentira que estava a ser mostrada aos madeirenses há muitos anos por Alberto João Jardim, por Miguel Albuquerque e pelo PSD em particular”, realçou.

“Hoje os meios aéreos no combate aos incêndios são uma realidade e isso é responsabilidade do PS. Ficou demonstrado que, com a sua utilização, é mais fácil um combate imediato aos incêndios”, sublinhou Carlos Pereira, afirmando que as populações da RAM hoje estão mais protegidas.

O cabeça de lista do PS destacou igualmente o facto de, com os apoios do Estado, ter sido possível apetrechar a Protecção Civil e os bombeiros, apontando especificamente o investimento de mais de seis milhões de euros que permitiu adquirir cerca de 40 viaturas de combate a incêndios, bem como fardas e equipamentos.