João Rendeiro foi detido na África do Sul, onde fazia vida de luxo

A Polícia Judiciária portuguesa deu conta hoje da detenção, em Durban, África do Sul, do banqueiro João Rendeiro, fugido à justiça portuguesa e que era alvo de um mandado de detenção internacional.

O mesmo foi encontrado num hotel de luxo em Durban. Luís Neves, director nacional da PJ, disse hoje que a detenção de Rendeiro foi preparada durante meses.

Entretanto, foram desencadeados os mecanismos conducentes à sua extradição para Portugal. Preso pelas autoridades sul-africanas, Rendeiro terá reagido “com surpresa” à detenção. A PJ está pronta para o ir buscar àquele país, assim que as autoridades locais desbloqueiem a situação.