CDU afirma ser o garante do direito do povo do Funchal ao desenvolvimento

A CDU realizou no Funchal acções de campanha eleitoral ao longo desta quinta-feira, com conclusão no Largo do Miranda, nas zonas altas da freguesia de Santa Maria Maior, onde o candidato à presidência da Câmara Municipal do Funchal, Edgar Silva, afirmou que “seria desastroso deixar sozinhos o PS e o PSD na CMF”.

Edgar Silva diz que os resultados estão à vista: “Nos últimos quatro anos, com o PS e o PSD sozinhos na vereação da CMF agravaram-se as injustiças sociais, acentuaram-se as desigualdades no Funchal, foram reduzidos os investimentos nas zonas altas, foram retirados direitos ao povo do Funchal. Voltar a deixar o PS e o PSD sozinhos na CMF seria desastroso”, declarou.

Nesta iniciativa da CDU, segundo Edgar Silva, “é necessário perceber como PS e PSD são farinha do mesmo saco. Quando se tratou de reduzir de 21% para 4,4%, na actual vereação, o investimento nas zonas altas do Funchal, tal só foi possível porque PS e PSD se entenderam quando estava em causa retirar direitos ao povo do Funchal. Quando foram aprovados os grandes projectos para a especulação imobiliária e foi decidida a expulsão de milhares de funchalenses do direito à cidade, tal só aconteceu porque PS e PSD estavam sozinhos na CMF. De facto, os resultados aí estão, as consequências de deixar o PS e o PSD sozinhos na CMF são desastrosos para o povo do Funchal”, insistiu.

Obviamente, refere que a CDU será “o garante da afirmação dos direitos ao desenvolvimento do povo do Funchal”.