Gualberto Fernandes aposta em 16 novos caminhos, redução de taxas e incentivos aos jovens agricultores

“Ao contrário daqueles que prometeram construir novos caminhos agrícolas e falharam – arranjando as mais variadas desculpas e culpando os mesmos de sempre – a nossa candidatura arranca com o compromisso de construir 16 novos Caminhos Agrícolas – compromisso que, tal como os outros, é para cumprir – aos quais esperamos associar outros mais, ao longo do mandato” afirma Gualberto Fernandes, reiterando a sua aposta na atividade agrícola, que incide, também, na redução das taxas municipais à exploração, na construção de tanques de rega e na criação de incentivos aos jovens agricultores. Compromissos que, conforme sublinha o candidato à Câmara Municipal da Ponta do Sol, incidem nas três freguesias do concelho.

“A par dos Caminhos Agrícolas e dos Tanques de Rega que iremos construir para benefício da nossa população e reforço da atividade agrícola no nosso concelho, vamos também garantir a revisão do Regulamento Municipal tendo em vista a simplificação e a redução das taxas para a construção de infraestruturas agrícolas” explica o candidato, vincando que, também relativamente aos jovens agricultores, haverá a preocupação de criar incentivos e de apostar na celebração de protocolos de modo a assegurar ações de formação a realizar em cada uma das freguesias”.

Gualberto Fernandes que, a este propósito, também adianta que é seu objetivo avançar, em parceria com as Juntas de Freguesia, na recuperação de veredas e canais de rega, entre as quais as veredas entre o Pomar Dom João e Lombo de São João, de ligação à Fonte Dama – Lombada, entre a Fonte Coxo e Cal do Vale – Pomar Dom João, entre o Caminho dos Tocos das Figueiras e Caminho da Achada e, finalmente, entre o sítio dos Salões e o Bacelo – Canhas.

O compromisso de Gualberto Fernandes incide nos Caminhos Agrícolas ao sítio da Pedra Mole (Lombada), entre o caminho do Tornadouro e Capela do Jangão – Levada do Moleiro (Lombada), ao sítio da Terra Chã (Mantilha), ao sítio do Pico (Lombo de São João), entre a Igreja do Carvalhal e o Socorro (Canhas), ao sítio da Terra da Vinha (Lombo do Meio), entre o Caminho das Pedras e o Caminho do Jangão (Lombada), no interior do Lugar de Baixo, entre o sítio da Barreirinha e o caminho do Ribeiro (Canhas), entre a estrada da Igreja do Cristo Rei e o Caminho do Cabouco – Levada do Coronel (Monte), ao sítio do Ribeiro – Lombo do Meio (Canhas), ao sítio da Pavana – Faia (Pomar Dom João), ao sítio da Levadinha (Fregueses Novos), ao sítio da Cova da Fazenda (Terças), entre o final do caminho do Pico do Anjo e a estrada Nova da Lombada e entre o sítio dos Fregueses Novos e o sítio dos Poios, na Ponta do Sol.