Raimundo Silva defende Fundo de Apoio Municipal às cirurgias no Porto Moniz

Reduzir os tempos de espera associados às cirurgias e garantir que quem mais precisa não deixe de ter acesso aos cuidados de saúde é o objectivo da candidatura “Mais para o Porto Moniz” que, nesta segunda-feira, anunciou a criação de um Fundo Municipal, dentro da autarquia, para comparticipar estas intervenções.

Uma resposta que, conforme sublinha o candidato pela coligação PSD/CDS à presidência da Câmara Municipal, Raimundo Silva, surge “como resposta a uma das principais preocupações que tem sido expressa pela população, especialmente a mais idosa”, preocupação essa que o candidato se propõe a resolver, entendendo que, na medida do possível e dentro da gestão municipal, “é possível encontrar soluções que funcionem em complementaridade com a acção e gestão do Governo Regional, particularmente na área da saúde e do apoio social”.

“É isso que a população espera do poder local”, reforça o candidato que, a propósito desta medida, explica que este Fundo Municipal de Apoio às Cirurgias arrancará, dentro do Orçamento Municipal, com uma dotação financeira anual de 100 mil euros, “a reforçar conforme as necessidades que forem sendo sentidas”.

Raimundo Silva afirma que a solução ora apresentada – e que consta do seu Manifesto Eleitoral – resulta da reorganização financeira que considera essencial levar a cabo na autarquia do Porto Moniz, uma Câmara que, no seu entender, “apresenta despesas em áreas que não são tão prioritárias quanto o são as ajudas sociais à população, designadamente na área da saúde”.

“A par do apoio à aquisição de medicamentos que pretendemos implementar no Município, do reforço de todos os programas e ajudas sociais existentes e, também, do aumento da capacidade de resposta ao domicílio, julgamos que este apoio às cirurgias vem colmatar, em muito, uma necessidade que muitas famílias enfrentam neste momento e vem, acima de tudo, reforçar uma estratégia social que tem de existir neste concelho”, remata o candidato.