CDU denunciou no Lazareto “fundas desigualdades sociais” no Funchal

A CDU realizou ontem uma iniciativa política no Funchal, na zona do Lazareto, sobre “as fundas desigualdades sociais que crescem na cidade”.

Na ocasião, Edgar Silva, candidato à presidência da CMF, declarou que “apesar dos profissionais da propaganda tudo fazerem para criar a ilusão de que se esbateram as desigualdades, a realidade é feita de grandes abismos sociais. No Funchal, bem perto do centro da cidade, somos confrontados com desigualdades gritantes nas condições de vida das populações”.

De acordo com Edgar Silva, “nas Pontes do Lazareto, a partir do Largo da Forca, os governantes prolongam situações de vergonhosa injustiça social. por falta de investimento público para qualificar os territórios e de modo a promover melhores condições de vida para quem aqui vive, Esta zona dos esquecidos é o resultado de muitas e graves negligências quer do PS na Câmara Municipal do Funchal, quer do PSD enquanto lá esteve em maioria”.

Numa zona da cidade do Funchal em que as promessas de novas acessibilidades, de novos arruamentos, de infraestruturas básicas, não passaram de propaganda barata, afirmou Edgar Silva: “Os manipuladores da propaganda procuram fazer crer através da sedução e da ilusão que uma mudança estaria em curso, que as populações estariam quase a sair dos lugares de exclusão, que estariam à beira de deixar de ser injustiçadas. Ora, a realidade demonstra, aqui no Lazareto e em tantos outros lugares do Funchal, como as desigualdades e as injustiças não param de crescer”, acusou.

E acrescentou, comparando o PS com o PSD, para concluir que ambos são o mesmo: “Basta que algures caia um galho de uma árvore para que a realidade exponha a confusão e o desgoverno, as contradições e as incompetências instaladas, mas quase sempre camufladas pela propaganda”.