Barraquinha da Ilha Dourada cativa turistas que ainda apreciam os produtos biológicos

José Sousa acredita que os produtos biológicos ainda seduzem os consumidores mais atentos. Fotos FN.

Todas as manhãs, a “Barraquinha da Ilha”, abre-se aos milhares de visitantes que passam  o verão no Porto Santo. Junto à praia, José Sousa, do alto dos seus 70 anos, acredita que o visitante sabe apreciar os produtos regionais que tira da terra. Afinal, no supermercado, nem tudo o que brilha é ouro.

É pastelaria de um lado, pelas mãos da mulher, e frutas da ilha dourada, do outro lado. Agosto é a grande aposta nas vendas. José Sousa espera diariamente pelos clientes, como todos os anos acontece, há décadas, e nunca se deu mal. Este ano, as vendas ainda estão aquém das expetativas mas agosto mal começou e José Sousa acredita que os produtos biológicos seduzem os consumidores.