Exposição contra a discriminação em Santa Cruz

Diz uma nota do Município de Santa Cruz que esta entidade recebeu a instalação artística de arte participativa, “EVA”, da autoria de Hugo Andrade, presidente da Associação Olho.Te.

A iniciativa surgiu no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher e, desde então, tem passado por diversas entidades públicas e privadas da Região, sendo esta autarquia a segunda a receber este trabalho e a tê-lo exposto durante toda a semana, de 21 a 25 de Julho no edifício dos Paços do Concelho.

É uma iniciativa, afirma-se, que tem como objetivo “reflectir as desigualdades de género ainda existentes e combater alguns dos estereótipos ainda assentes na nossa sociedade, através de um trabalho de sensibilização feito junto da comunidade local que contribui para a criação da instalação”.

Durante a sua apresentação, Hugo Andrade fez a leitura de um poema da autoria da Margarida Tanque, convidando todas as pessoas presentes a ouvi-lo de olhos vendados.

Marcaram presença neste evento, o presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, Filipe Sousa, a vereadora com o pelouro da igualdade e presidente do Conselho Municipal para a Igualdade, Élia Ascensão, o vereador Jaime Silva, a Conselheira Externa para a Igualdade e presidente da Assembleia Municipal, Júlia Caré e ainda, representantes do Conselho Municipal Para a Igualdade e colaboradores/as da Associação Artística de Solidariedade Social, Olho.Te.

Como elemento representativo do concelho, a “EVA” veste ainda a capa vermelha do traje feminino do Grupo de Folclore do Rochão.

Esta exposição insere-se nos objetivos do Município no âmbito da promoção da igualdade e não discriminação, que através da Equipa para a Igualdade na Vida Local, têm promovido diversas atividades nesta área, afirma a autarquia.