Estepilha: Autonomia não autónoma para emitir certificados de vacina

Rui Marote
A primeira Secretaria Regional a ocupar-se de um assunto inicialmente nacional, e que ficou logo regionalizado no caso da Madeira, foi a da Saúde, era então titular da pasta o Dr. Nélio Mendonça. E mesmo assim, passados 40 anos, a Madeira não pode emitir certificado de vacina Covid-19.
Falta-nos a “carta de alforria” que nos permita obter o certificado na Região Autónoma da Madeira.
Esse documento  ainda não está disponível para os utentes do Serviço Regional de Saúde da Madeira porque os dados dessa vacinação ainda não foram enviados para o Serviço Nacional de Saúde, embora saibamos que o processo está em curso.
Continuamos a ser de segunda, uma autonomia que esbarra em burocracias.
Como é sabido, a União Europeia aprovou o certificado internacional de vacinação contra a Covid-19, o “passaporte verde”, para os ciddãos viajarem dentro da comunidade livremente, nomeadamente quem tenha as duas vacinações  completas.
Conclusão: os madeirenses estão “encarcerados” na ilha ate poderem ter esse documento, caso queiram viajar..