PSD mostra-se solidário com os funcionários judiciais

O PSD veio hoje manifestar-se solidário com os funcionários judiciais, que, segundo o partido, sofrem com falta de recursos humanos, sobretudo ao nível do Ministério Público e nos Juízos de Família e Trabalho, equipamentos obsoletos, espaços exíguos e degradados, especialmente nos tribunais de Santa Cruz e da Ponta do Sol.
As carências foram enumeradas pelo deputado Adolfo Brazão, como sendo as principais preocupações, ao nível regional, manifestadas pelo Sindicato dos Funcionários Judiciais, numa reunião realizada com o Grupo Parlamentar do PSD Madeira.
Adolfo Brazão referiu que, de uma forma geral, a carreira dos funcionários judiciais, que depende integralmente do Estado, tem vindo a degradar-se há vários anos.
“Não só tem havido uma redução dos quadros de oficiais de Justiça, como se tem assistido ao congelamento das promoções e progressões, assim como a alterações às regras de aposentação”, realçou, sublinhando que continua por cumprir a promessa da integração no vencimento do suplemento remuneratório e da concretização do Estatuto dos Funcionários de Justiça, com o Sindicato a queixar-se de falta de capacidade de diálogo por parte da Ministra e do secretário de Estado da Justiça, que não têm estado disponíveis para ouvir ou dar qualquer parecer sobre estas questões.
O deputado mostrou-se satisfeito pelo facto dos funcionários que prestam serviço na Madeira já terem sido integrados nas listas da vacinação COVID-19, ao contrário do que se passa com os seus colegas do continente.