RIR pede demissão da vereadora Madalena Nunes

O partido RIR e o deputado independente Roberto Vieira continuam a visitar os bairros sociais da Câmara Municipal do Funchal.  Depois da Quinta das Freiras, Quinta Falcão e Ribeira Grande, a visita foi ao bairro das Romeiras, onde Roberto Vieira diz ter constatado “que a habitação social da Câmara Municipal do Funchal, está pelas horas da morte”.

“Há pessoas a viver em condições lastimáveis nestes bairros, algumas famílias continuam a viver debaixo do amianto, a falta de manutenção dos bairros é comum a todos eles, alguns até chovem dentro, há bairros a ser desmantelados, com famílias ainda por realojar, os espaços exteriores estão completamente abandonados, a transferência de residentes para outros bairros ou habitações, não é da concordância da maioria das famílias e muitas vezes feita debaixo de pressão e ameaças, há habitações a serem entregues de tipologia inferior ao número de elementos por agregado, ou seja têm entregue casas T2 a pessoas que vivem sós e nalguns casos retiraram do agregado os filhos que saíram para uma experiência profissional fora da região, ou pior, aumentaram as rendas, contabilizando para o efeito, o salário dos filhos, as listas de espera não param de crescer, entre tantas outras queixas”, refere o deputado.

Para o RIR, para a vereadora Madalena Nunes, “não resta outra solução, que não seja pedir a sua demissão”, sentencia.

A vereadora, que também é administradora desta empresa, “deve sair do gabinete e ouvir os residentes destes bairros, os mais novos e os mais velhos, procurando dar respostas imediatas às suas queixas”.