Estepilha: porto do Funchal é “taxiway” de gaivotas

O Estepilha foi dar uma volta nocturna para os lados do cais norte do porto do Funchal e ficou estupefacto: o cais tornara-se um “taxiway” de gaivotas, como se de um aeroporto gigante, como o de Hong Kong, se tratasse. Não há nada de fenomenal nesta constatação, mas também não nas inúmeras notícias que nos chegam todos os dias das mais diversas assessorias de imprensa.

As gaivotas fizeram-nos questionar quanto tempo mais é que, no gravíssimo contexto pandémico/económico em que vivemos, os nossos portos continuarão “às moscas” (perdão, às gaivotas). É que nos consta que ali para os lados de Canárias e mesmo dos Açores, as coisas já mexem, entretanto.