Agente da PSP evitou mortes por afogamento na Ponta do Sol

A Polícia interveio hoje de uma forma pouco habitual, mas positiva, já que, pelas 10h00, um agente da Esquadra da Ponta do Sol, após deslocar-se a uma ocorrência, no Cais da Ponta do Sol, evitou a morte por afogamento de dois cidadãos que, na altura, já se encontravam a 150 metros da costa.

Os agentes de serviço deslocaram-se ao cais da Ponta do Sol, em virtude de um alerta para uma situação de aparente suicídio, reportada à Esquadra local. Ali chegados, constataram que se tratava de uma turista que acidentalmente havia caído ao mar, e de um outro cidadão que, ao tentar resgatá-la, havia mergulhado logo de seguida. Contudo, devido à ondulação que se fazia sentir, ambos acabaram por ser arrastados pela corrente, encontrando-se a 150 metros da costa.

Perante os acontecimentos e a perigosidade apresentada, um dos elementos do carro patrulha da esquadra da Ponta do Sol, habilitado com carta de marinheiro, apesar da agitação marítima, recorreu a uma embarcação civil sem motor, tipo caiaque, para se deslocar até aos dois cidadãos e tentar resgatá-los. Com este acto, foi possível perceber que ambos estavam conscientes e, não conseguindo içá-los para a embarcação, manteve o apoio aos mesmos até à chegada da lancha da Capitania do Porto do Funchal que concluiu o resgate, refere uma nota.