Santa Cruz entregou cama articulada; Filipe Sousa critica oposição

A Câmara Municipal de Santa Cruz entregou na manhã de hoje mais uma cama articulada, desta vez em Gaula. Segundo a autarquia, esta foi a 52ª família a beneficiar do apoio camarário no âmbito das ajudas técnicas, que pretende melhorar a qualidade de vida de pessoas acamadas ou com mobilidade reduzida e dos familiares que os têm ao seu cuidado.

O edil Filipe Sousa aproveitou a ocasião para criticar os partidos da oposição que agora querem fazer passar a ideia de que nada se faz em termos sociais. Uma atitude que, acusou, revela um desconhecimento profundo do trabalho que tem sido realizado e que é guiada pela “má fé” e por interesses eleitorais

Na oportunidade, recordou que entre  2015 e 2021, já foram atribuídas 2157 bolsas de estudo; e que entre 2016 e 2020, cerca de 230 famílias beneficiaram do Fundo de Emergência Social Temporário, uma ajuda monetária às despesas, enquanto que mais 62 famílias receberam o Fundo Social de Emergência Pontual, que tem privilegiado intervenções na área da saúde e apoio a estudantes no estrangeiro.

No acesso gratuito ao medicamento, por via da implementação do Cartão Abem, foram já contempladas 1012 famílias, enumerou.

Entre 2017 e 2021, a autarquia de Santa Cruz já reabilitou a habitação a 140 agregados familiares, que viviam em muito más condições, reclama o presidente da Câmara.

No apoio à realização de pequenas cirurgias, o programa da Câmara de Santa Cruz já permitiu que 60 pessoas saíssem da imensa lista de espera do sistema regional de saúde, resolvendo assim problemas de saúde que causavam sofrimento há anos. Este ano, serão apoiadas mais 50 pessoas.

No apoio à agricultura já foram contemplados 78 projectos, diz ainda a CMSC.

Com a pandemia da COVID-19, que cortou rendimento ou deixou no desemprego muitas famílias, Santa Cruz colocou em marcha um plano de distribuição de cabazes alimentares, tendo já sido distribuídos em quatro fases 3020 cabazes, estando previsto distribuir mais mil por altura da Páscoa.

Na entrega da cama articulada, Filipe Sousa referiu que esta acção de proximidade aos problemas das pessoas é a verdadeira política social, “bem diferente de andar a tirar fotos e a dizer disparates orientados por puro desconhecimento da realidade”, concluiu.